A aventura de um lamecense perdido em terras andinas!
Segunda-feira, 30 de Abril de 2007
Mais um Fernando a chegar ao Pacífico...
Pois é, no 28 de Abril de 2007, reeditou-se uma muy antigua tradição portuguesa... um Fernando a ver o Pacífico... :) Eu explico, há quase 500 anos (faltam mais ou menos 10 anos para se cumprir essa data) Fernão(do) :) de Magalhães foi o primeiro europeu e primeiro português a avistar o Pacífico, depois de cruzar o estreito que ficaria com o seu nome.
E consequentemente o primeiro europeu e português a chegar ao Chile....

Passados uns anitos... lol... Fernando Figueiredo (Pai), por alturas do início dos anos 70, chega a Timor para cumprir o seu serviço militar, tornando-se assim o primeiro da família Figueiredo :) a ver o Pacífico também....

Agora passados mais de 30 anos, Fernando Figueiredo (Filho), avista pela primeira vez o Pacífico... Um feito sem dúvida ;)

Bem efemérides à parte, e apesar de ter em conta que a àgua e o mar não é diferente do Atlantico (mas de verdade que me pareceu bem Pacifico :) ), foi uma estreia em grande. Visitei este fim de semana Valparaíso, antigo porto maritimo, essencial no antigo trafego, antes da construção do canal do panamá, para cruzar o pacífico ou para chegar à costa oeste dos Estados Unidos por mar.

É uma cidade extraordinária... de longe parece uma favela, com milhares de casinhas a cobrirem um cenário imenso de colinas, quando nos aproximamos é um labirinto de casas antigas com caracteristicas que so imaginamos nos livros ou qualquer coisa assim. Por mais dificil que seja de acreditar o complicado é encontrar casas iguais... Todas são diferentes, de todas as cores formas e feitios, formando um mosaico espetacular.

Pode não agradar a alguns, mas não deixa de mexer com uma pessoa, pensar em todas as nacionalidades e pessoas que percorreram aquelas ruelas e que trouxeram as suas ideias e identidade para aquela cidade...

Tem partes degradadas, muitas devolutas, mas a obra humana está lá. È patrimonio da humanidade, e com todo o mérito da distinção, principalmente porque se trata de uma conquista do homem sobre a dureza do relevo, bem ao estilo dos socalcos do douro (se calhar por isso agradou-me tanto....)

Bem, acho que nem as fotos vão conseguir passar o que senti. E conjugar isto com a visão do pacífico foi sem dúvida uma experiência fantástica!

Ainda para melhorar as coisas, os habitantes que conheci são muito simpaticos e acolhedores, e tudo num ambiente de... como descrever... se algum de vocês alguma vez leu livros de marinheiros, de piratas ou algo assim, acho que percebe a ideia!

A juntar a isto, mais de quinze elevadores estilo bom jesus de braga, bem antigos, uma noite bem divertida, ao estilo bairro alto, mas com outras condições... bem acho que dá para passar a ideia.

Agora é esperar que algum de vocês tambem queira conhecer, acho que se vão apaixonar como eu!

Amanhã começo a falar da minha visita às casas do Pablo Neruda, que me faltavam. Recomendo :)

PS: Como eu dizia ha umas semanas, a aventura ainda agora começou... ;)

Ver Fotos


publicado por Llama Nando às 00:29
link do post | favorito

Fim de Pausa....
Ok, regressam os Post's turisticos, aqui ao blog, terminando uma pausa para reflexao auto-imposta pelo autor... Ja estão a fazer 3 meses desde que começou esta aventura, e muita agua do pobre Mapocho passou debaixo das pontes de Santiago!

Durante estes proximos dias, para alem de contar alguma coisa das muitas peripécias que tenho passado, vou começar tambem a tentar dar uma primeira ideia do que eu penso sobre este país!

Tenho dito :) !


publicado por Llama Nando às 00:26
link do post | favorito

Sexta-feira, 27 de Abril de 2007
Ei-los que partem...
Pois é. A partir de segunda feira temos mais um emigrante "na família". O Marco, companheiro de muitos km's, vai tambem abalar.
Continua a sangria do nosso país, daqueles que podiam e queriam fazer dele um melhor sitio para viver trabalhar.  Quando não te dão o justo valor e reconhecimento por aquilo que tu fazes e vales, tudo se torna mais dificil...

O 25 de Abril já foi ha tantos anos, e a ditadura supostamente já la vai, mas tal como na altura, esta música do Manuel Freire continua a fazer sentido. Lembro-me que a primeira vez que a ouvi foi num documentário sobre a emigração nos anos 60, e todo o sofrimento daquelas pessoas que tentavam apenas sobreviver. Como é que esta música pode ainda continuar a fazer sentido? O que é que andamos a fazer de errado?

Hoje as necessidades são outras, e as dificuldades não são as mesmas, mas a tristeza continua!
Ei-los Que Partem
Composição: Manuel Freire

Ei-los que partem
novos e velhos
buscando a sorte
noutras paragens
noutras aragens
entre outros povos
ei-los que partem
velhos e novos

Ei-los que partem
de olhos molhados
coração triste
e a saca às costas
esperança em riste
sonhos dourados
ei-los que partem
de olhos molhados

Virão um dia
ricos ou não
contando histórias
de lá de longe
onde o suor
se fez em pão
virão um dia
ou não


Boa sorte Marco, e vê lá se voltas porque é de gente com capacidade como tu que Portugal precisa!


publicado por Llama Nando às 14:48
link do post | favorito

Segunda-feira, 23 de Abril de 2007
A Monster without a name....
A long, long time ago in a land far away,
There was a monster without a name.
The monster wanted a name so badly.
So the monster left to go on a journey to find a name.
But the world was so large that he split into two to make his journey.
One went to the west and the other went towards the east.
The monster who went to the east found a village.

At the entrance of the village there was a blacksmith.
“Mr. Blacksmith, please give me your name,” said the monster.
“You can’t give away your name,” the blacksmith replied.
“If you give me your name, I’ll enter you and give you strength.”
“Really? If you can make me stronger, then I’ll give you my name.”
The monster entered the blacksmith.
The monster became Otto the Blacksmith
Otto the Blacksmith became the strongest man in the village.
But one day he said,
“Look at me. Look at me. Look at how large the monster inside me has become.”
Crunch Crunch! Munch Munch! Chomp Chomp! Gulp!
The hungry monster ate Otto from the inside out.
The monster returned to being a nameless monster.



Even when he entered Hans the Shoemaker…
Crunch Crunch! Munch Munch! Chomp Chomp! Gulp!
He returned to being a nameless monster.
When he entered Thomas the Hunter…
Crunch Crunch! Munch Munch! Chomp Chomp! Gulp!
He once again returned to being a nameless monster.

The monster came to a castle looking for a wonderful name.
In the castle, there was a sick boy.
“If you give me your name, I’ll give you strength.”
“If you can cure this illness and make me strong, I’ll give you my name.”
The monster entered the boy.
The boy became well.
The king was so pleased! “The prince is well! The prince is well!”
The monster liked the boy’s name.
He also liked living in the castle.
So even though he was hungry, he endured.
Every day his stomach growled, but he endured it.
However, he was so hungry that one day he said,
“Look at me. Look at me. Look at how large the monster inside me has become.”
The boy ate the king and even his servents.
Crunch Crunch! Munch Munch! Chomp Chomp! Gulp!



Since there was no one there anymore, the boy went on a journey.
He kept on walking for days and days.

One day, the boy met the monster who traveled to the west.
“I have a name. It’s a wonderful name, too.”
The monster who went to the west said,
“I don’t need a name. I’m happy even without a name.”
We just have to accept that we are monsters without a name.
The boy ate the monster who went to the west.



The monster finally had a name,
But all the people who could call him by that name have disappeared.
And ... was such a wonderful name, too.

Colorin, Colorado este cuento se ha acabado!

PS: Às vezes um desejo, uma vontade, um sonho pode dar-nos força sobre-humana, superação, mas também pode comer-nos por dentro e devorar tudo e todos à nossa volta, até ao ponto em que o desejo, a vontade, o sonho, perde o seu sentido!

Vejam Anime sff!



publicado por Llama Nando às 04:29
link do post | favorito

Sábado, 21 de Abril de 2007
.......
PAUSA
pausa
pAusApAusApAusApAusApAusA

pausa
pausa


publicado por Llama Nando às 05:57
link do post | favorito

Respostas
Como toda a gente procura respostas... aqui vão as minhas ao post anterior:

1. c
2. a
3. c
4. c
5. c
6. e
7. e
8. d
9. d
10. a

Marco, mano! Se as tuas respostas estão em Palma, Força Nisso!

Team Rocket around the world!


publicado por Llama Nando às 05:52
link do post | favorito

Quinta-feira, 19 de Abril de 2007
Isto dos quiz's....
Isto dos quiz's dá descomprimir um bocado, por isso cá vai a sequela, desta vez ainda mais absurda!

1. Como se chama aqui no Chile, ao épico do cinema moderno, Sozinho em Casa?
(a) Los ladrones chiflados
(b) Mamã, vien a buscar-me!
(c) Mi pobre Angelito
(d) Mamã, voy a matar los ladrones
(e) Kevin, se quedo en casa!

2. Se partes o espelho da carrinha de um cigano, qual a tua melhor opção?
(a) Fazer de conta que telefonas ao teu patrão, e fazeres uma cara de corça atropelada
(b) Partir o resto da carrinha
(c) Pedir desculpa e oferecer-se para pagar o estrago
(d) Culpar o gajo que vinha de pendura
(e) A (a) e a (d) caso te tenha passado pela cabeça....

3. Qual a personificação de um boneco promocional mais original alguma vez feita?
(a) O gajo que fez de Quicki e que deixou a cabeça cheia de cabelos
(b) O tipo que fez em Lisboa de Yoco que media uns 2 metros
(c) Aquele rapaz que quando vestia o fato de Yoco andava sempre de cabeça tombada
(d) O Marquito, depois de ter feito de Yoco em 300 supermercados
(e) O Gachineiro e/ou a Lígia de Yoco

4.Se te acaba o gasóleo no gerador, qual é a melhor solução?
(a) deixar o insuflavel esvaziar e não tentar nada de perigoso
(b) encher o depósito com gasoleo com o gerador ainda a trabalhar
(c) procurar a bomba mais proxima com um garrafão de água, e mitrar gasoleo, sujeito a entrares em autocombustão por estares a apanhar sol!
(d) esperar um milagre
(e) procurar a ajuda do João Loureiro

5. Se usares uma correia pela primeira vez e não a conseguires desfazer qual é a melhor opção?
(a) pedir a ajuda de quem sabe
(b) telefonar para o 118
(c) cortá-la à tesourada, soltando em simultaneo gargalhadas tresloucadas
(d) não fazer nada
(e) passar 2 horas a tentar desfaze-la

6. Se um amigo teu está branco como a cal, e não parece muito bem disposto?
(a) perguntas se se sente bem
(b) ofereces-lhe um alka seltzer
(c) ofereces-lhe um ferrero rocher
(d) pedes-lhe que cante uma canção da Pink
(e) impinges-lhe mais um shot bem manhoso

7. O acidente mais espetacular da historia foi?
(a) quando o miguel atropelou de bicicleta aquele cão (não vi mas quem viu disse que foi espetacular!)
(b) quando fiz o celebre cavalo com a mini-mota do seabra contra o poste
(c) contra um autocarro, levando em simultaneo, com uma escada de ferro na cabeça
(d) quando o miguel quase atropelou de bicicleta a carolina e se mandou para o monte de areia (tambem não vi... LOL)
(e) quando o Vilarinho foi a chutar aquela bola, completamente bebado!

8. Qual é o melhor café?
(a) Sical
(b) Buondi
(c) Tofa
(d) Cristina
(e) Camelo :p

9. Quem foi a estrela do futebol moderno que consegui a proeza de marcar 2 autogolos no estádio da Luz, no mesmo jogo?
(a) King
(b) Bolinhas
(c) Martin Pringle(s)
(d) Celestino
(e) Tanta

10. Se algo de estranho se aproxima de noite da janela do teu quarto qual a primeira coisa que dizes?
(a) Quem és tu?
(b) Tens lumes?
(c) Não fui eu, foi o peg-legged dog
(d) Tábem, Tábem, Tábem
(e) Quiero ser como tu! Soy un mono sin verguenza! Quieres ser mi amigo?

Nota: Como a resposta a algumas destas perguntas é completamente subjectiva o que conta é adivinhar o que eu acho LOL, o que torna tudo muito mais científico!
As respostas certas já tão num papelinho, por isso não há cá marosca. O questionário fica aberto até sexta feira.... quem acertar mais ganha???? Surpresa....

Estou a subverter um bocado a ideia do blog, ou se calhar não? Que isto também anda um bocado surreal por aqui.... :p

Chiflado En Chile


publicado por Llama Nando às 04:27
link do post | favorito

Terça-feira, 17 de Abril de 2007
Me estoy poniendo un poco chiflado!
Por aqui nada de novo. Um pouco mais de frio, um pouco mais de trabalho e de smog!
O Benfica lá se vai afundando novamente na tragicomédia que tantas vezes me alegrou o dia a dia em Portugal.... Portugal.... Já se me escapa a sensação de estar em Portugal e ... e ... aqui pipocas dizem-se cabritas, porque saltam!

Refletindo um pouco sobre o pensamento de Sócrates....

Caramba, o meu curso custou-me tanto, tantas coisas, aquele mísero doze foi uma vitória quase insuperável, por todas as barreiras e dificuldades que tive que ultrapassar... Valeu por 10 ou 20 subidas a vulcões. Mas acho que ninguem vai falar sobre isso, ou investigar a fundo a veracidade de tal feito. E sabem porquê? Porque não interessa a ninguem saber de que são feitos os feitos daqueles que fazem o que fazem, para simplesmente superar o insuperável e chegar onde querem chegar.

Ora aqui vai um mega-teste para quem se diz conhecedor do responsável por este blog que começa a não ter assunto para escrever.... Vale uma Licenciatura em.... Engenharia de ...??? Aquela que o Savimbi tinha...???? Já não m'Alembra!

1. Nuestra Señora de la Concepcion y   .... ?

2. Tiiiiiiiiiiiiii = ...?

3. Capital do Bananastão =  ? e a sua principal produção = ?

4. Era tão bom se o piu piu pudesse...?
(a) viver livre e feliz
(b) voar
(c) aprender linguas e viajar pelo mundo
(d) jogar no Benfica
(e) todas as respostas anteriores são ridículas e falsas

5. Metropolis e ... ?

6. Gatinho, Clic Branco e Laranja, Black Ciclone, Buda, Giganta, tigrinho, entre outros, são personagens de que épico da literatura contemporânea?

7. Em qual destes desportos ficou famoso?
(a) Tenis com chinelos
(b) Jogar às cabeçadas
(c) Bushido
(d) Corridas de carros com dados (Aldrabadas e altamente facciosas)
(e) Todas as respostas anteriores são brincadeiras estupidas, e estão correctas

8. Qual era a situação que provocava na sua infância, o despoletar do mais terrivel dos seus superpoderes?
(a) peixe vermelho cozido
(b) canela
(c) foguetes
(d) bombos e gigantones
(e) A aproximação das duas úlitmas respostas

9. Qual destes incidentes provocou pontos?
(a) Cavalo sacado contra um poste, com a mini-mota do Seabra
(b) Queda das escadas da Lampassa, na vidima de 198......
(c) Taco de mini-golfe na testa, nas férias desportivas de 198....
(d) Queda de bicicleta em cima do único cacto do terraço de Fafel
(e) Desaparecimento num dos vazadouros do campo de jogos da escola da Sé

e para acabar...
10. Porque vim para o Chile?
(a) Estava farto dos bifes com arroz de cobertores e batatas fritas do Miguel
(b) Foi o que me saiu na rifa
(c) Vim ganhar 10.000 euros mês, mais alcavalas e seguro anti actos de terrorismo
(d) Como ainda só o tone da Douro Azul pode ir ao espaço, a segunda hipótese para ver as coisas noutra perspectiva era ir para o outro lado do mundo

(e).... e o que mais?

Bem, foi no mínimo engraçado escrever isto! Estar chiflado da cabeça dá para tudo! E tanta sanidade dá cabo de mim! Putchie tou com saudades tuas!

Agradecendo a atenção dispensada,


publicado por Llama Nando às 05:07
link do post | favorito

Terça-feira, 10 de Abril de 2007
Pascoa@Pucon
Estou de volta. Que aventura que foram estes ultimos dias! Como de costume lá me meti em muitas trapalhadas e arranjei mais algumas historias para depois contar aos netinhos.
Esta Páscoa pela primeira vez estive fora de Lamego, cheio de saudades da família, e da comidinha da época em geral ( os chilenos ficam abismados quando explico que comemos os leitõezinhos :) , ai que mal!

Bem mas para passeio, não podia ter sido melhor o local, um verdadeiro show turistico em que num raio de 50 km se pode fazer praticamente todo o tipo de actividades... das que me lembro... praia, desportos aquaticos, montanhismo, espeleologia, treking, todo o tipo de desportos radicais como rafting, termas, cicloturismo, casino, paisagens, bosques, pesca, blablabaa   bem sem falar em subir a um vulcão activo... isto tudo num sitio do mais pitoresco em que quase tudo é construido em madeira!

É qualquer coisa, foram dois dias a mil à hora em que tentei fazer o máximo possivel, e por isso paguei mais tarde...

Enfim, depois de chegar na sexta ficou logo acertada a subida ao vulcão no dia seguinte, às 4:00 da manhã! A ideia é apanhar o nascer do sol a meio da subida... Bem com isso tudo, com todas as ganas de subir estava pronto  MAS não houve subida... de noite choveu e tivemos de voltar para casa.... dormir depois do barrete é que foi complicado!

No dia seguinte de manhã como o vulcão continuava coberto e ainda havia muito para ver optamos por fazer cicloturismo, MAS, não nos avisaram que o percurso pitoresco que nos tinham aconselhado, para alem de bastante duro, tinha um piso terrivel... 15 km bem complicados e peripecias diversas, no meio de uma paisagem deslumbrante, foram coroadas com a chegada a Ojos del Cabruja, onde tem umas cascatas muito engraçadas.

So que esta brincadeira começou a fazer efeito e o cansaço era algum quando chegamos à ligação à estrada e estávamos a 20 km de Pucon e começava a ser tarde... bem, pela primeira vez na minha vida pedi boleia, e tive uma sorte terrivel, um casal chileno muito porreiro levou-nos a nos e às bicicletas ate Pucon, literalmente salvando-nos do desastre,,,

Bem, os miudos eram mesmo simpaticos e depois de acertarmos promenores acabámos por ir com eles a umas das termas a 30 km de Pucon, por estradas de terra (quase sempre é assim) naturais, de aguas vulcanicas, ao ar libre, Las Pozas, que são literalmente poças de água quentinha que até nos fazem ver estrelas, tambem literalmente... chegamos às 21:00 e estivemos ate depois das 24:00, a saltar de poça em poça, e do quente para o frio, isto sempre com o ceu mais estrelado que me lembro de ter visto em toda a minha vida! Bem, inesquecivel!

Como podem calcular chegamos tarde, e aqui o "heroi" cismava ainda com a subida ao vulcão, logo cometi a loucura de estar novamente aparelhado para subir, desta vez com menos de uma hora de sono e completamente estoirado, apesar dos banhos quentes....

Conclusão, la estava eu às 5:00 no sopé do vulcão com um frio do caraças, mal vestido (tinha todo o tipo de roupa que n é aconselhado para isto, com botas emprestadas com que nunca tinha andado e meio zombi pelo sono).

Lá fomos subindo os 5 km que demoram cerca de 6 horas a subir e 2 horas a descer, no percurso mais terrivel que eu ja percorri (e ja percorri alguns bem lixados!!!) a enterrar-me na gravilha, ou a desiquibrar-me por não estar habituado às botas.... De noite, em fila, la fomos subindo com os guias, com algumas pessoas a desistir nas primeiras rampas, e eu meio zombi, meio atordoado....

O terreno foi ficando cada vez pior e à medida que amanhecia e a paisagem começava a meter medo de tão espetacular, eu começava a ter as minhas pernas cada vez mais presas. Apesar da altitude e da dificuldade em respirar, e também do relevo que mais parecia ser lunar que vulcanico, comecei a simplesmente não conseguir andar, de tal forma que estava no primeiro grupo e tive de parar. Comecei a olhar para baixo e a pensar na descida e tive de desistir, precisamente a meio, com o glaciar a um passo e a 2,5km do cume, porque não há nada pior que fazer descidas quando não controlas bem as tuas pernas, é meio caminho andado para o desastre (não é Miguel?).

Foi complicado porque queria mesmo ter la chegado, mas os disparates e o cansaço acumulado foram mais fortes! Tive de esperar por um dos guias que estava a recolher outros desistentes para poder descer, durante uma hora tive o mundo a meus pés e pude ouvir o silêncio mais profundo que deve existir. Quase conseguia ouvir o meu coração a bater, simplesmente fantástico de tal modo que consegui ouvir o regresso do guia ainda ele era um pontinho no horizonte. Claro também apanhei um frio do caraças e com um sol que queimava mais que tudo!

Bem aparte da desilusão, ficaram as fotos fantasticas e a viagem surreal outra vez na mala de uma pick up de regresso a pucon!

Fiquei siderado com esta terrinha e ja tenho combinado de voltar em novembro, desta vez para me divertir à grande com as coisas bem planeadas e com uma subida ao vulcão, que nesta altura se cobre de neve! (quando cismo.... nunca fiquei a meio de uma etapa, em novembro vingo-me a sério)
Quem quiser acompanhar-me já sabe, agora pucon já não me é estranha e ficou tanta coisa por fazer....

Bem isto é um resumo de tudo o que se passou, mas agora que finalmente vou descansar, depois de ter regressado hoje de madrugada, a tempo de um banho antes de ir para o trabalho, depois de uma viagem de 8 horas de autocarro!!! Ainda a tempo da hora de ponta do transantiago...., pode ser que  me lembre de mais algumas coisas!

;)


publicado por Llama Nando às 05:11
link do post | favorito

Quarta-feira, 4 de Abril de 2007
Pucon aqui vou eu!
Ok, depois de mil e uma peripécias, já está tudo acertado para a minha primeira saída de Santiago (finalmente!). O destino é Pucon, uma terrinha no sopé do vulcão Villarrica, com muito que ver e fazer (acho que não vai da tempo para tudo...). São 700 e tal km até là por isso vai ser uma viagem pesadinha mas pelos vistos o resultado final compensa muito (espero eu...).

Boa Páscoa para todos, descansem e divirtam-se que é o que eu vou tentar fazer!

Ah e nada de piadas do tipo, foste visitar o vulcon em Pucão! Não tem piada nenhuma... ;)

Segunda estou de volta.... e terça vou aprender como se faz chuva...  :p


publicado por Llama Nando às 22:07
link do post | favorito

Quién soy yo????
posts recentes

Esperando o Inesperado!

Que grande volta!!!!

2007...2008

Piro manias

Italia che cosa voglio fa...

Adeus Santiago!

Ferias em Buenos Aires e ...

Viagens pelos antípodas.....

Mais um historria de Crrr...

Rapa Nui. A minha viagem ...

arquivos

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

pesquisar
 
links
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


Visitantes
plants
plants Counter
Info
Mapa do Chile

blogs SAPO
subscrever feeds