A aventura de um lamecense perdido em terras andinas!
Domingo, 18 de Novembro de 2007
Rapa Nui. A minha viagem ao outro lado do mundo!
Iorana para todos!

Esta ultima semana na Ilha da Páscoa foi mesmo fantástica. Mais do que algo exótico, ou extravagante, encontrei uma pequena ilha, onde o tempo passa devagar, onde a comida e a fruta é optima e onde as pessoas sao de uma amabilidade extraordinária.
Durante os dias estava constantemente a perder coisas :) porque me senti tão ha vontade, quase como em casa.
Por si so a ilha tem imensos pontos de interesse. A espetacularidade dos moai, principalmente do local onde eram exculpidos (uma das visões mais impressionantes que já tive), a dureza da paisagem, que conhecendo um pouco da história da ilha, assume uma dimensão apocalíptica, no sentido literal do termo.
Em termos simples a ilha serve como tubo de ensaio, ou amostra do que o homem vai destruindo em termos de meio ambiente, e da nossa tendência dramática para a auto-extinção. Foi nesse aspecto uma lição muito importante.

É tambem uma ilha com muitos mistérios. O que mais me mexeu com a cabeça, foi a base de um dos moais (chamados Ahu's) que tem a mesma forma de construção que vi na minha visita ao Peru (construções Inkas)
É incrivel como esse conhecimento de uma técnica tão apurada e já de si propria misteriosa, chegou a um destino como este.

Mas o melhor da ilha, são mesmo os seus habitantes e a paz que se sente. Dormir com vista para o pacífico, comer taro (é um tuberculo que parece quando passado papa de bébe, e é muito bom) ou peixes frescos fantásticos (ai o ceviche de atum!), e principalmente sentir o tempo a abrandar foi muito bom, de tal maneira que parecia muito mais que uma semana o tempo que lá estive.

Não dá para contar tudo que aconteceu, num post, como já sei de outras viagens, ficam sempre pormenores que so quando estiver com voces todos vou ter oportunidade de contar, juntamente com as milhentas fotos que tirei.
De qualquer modo posso dizer por exemplo que mesmo tão longe ha uma ligação forte a Portugal, pelo peso incrível do culto à Nossa Senhora de Fátima, na ilha. Como lá chegou, não faço ideia, o certo é que as pessoas rezam como em Portugal, dão o nome às filhas de Fátima e Maria e constroem pequenos altares que chamam de grutas (e não cuevas). Ah e para chamar para a missa toca a música do treze de Maio. Podemos ser crentes ou não, mas que não deixa de impressionar esta troca cultural a mais de 15.000 km de distânicia, isso é um facto.

Bem vou ver se adianto as coisas para o meu próximo destino. De qualquer maneira por mais viagens que faça, vou trazer sempre comigo a memória dos Rapa Nui e da sua ilha, perdida no meio do Oceano, no outro lado do Mundo.

Maoruru para mis amigos Patricio, Fátima, la Senhora Maria y claro para Teresa. Los espero en Portugal!

PS: Iorana e Maoruru sao duas palavras da língua Rapa Nui. Iorana equivale a Olá, ou Bom dia, e Maoruru a Obrigado :)


publicado por Llama Nando às 21:33
link do post | favorito
|

2 comentários:
De miguel a 19 de Novembro de 2007 às 13:47
Respira-se no teu post a emoção que foi essa viagem, arriscada, mas atrevo-me a dizer, que se calhar foi a mais relaxada que tiveste, e bem merecida.

Maoruru


De gachi a 23 de Novembro de 2007 às 14:35
Maoruru!!
muy bien, estou com dor de coto, foste a um sitio que para mim deveria ser considerado uma das 10 maravilhas do mundo, e é de facto uma maravilha!!
um grande abraço

esperamos por ti em Bergamo!!!


Comentar post

Quién soy yo????
posts recentes

Esperando o Inesperado!

Que grande volta!!!!

2007...2008

Piro manias

Italia che cosa voglio fa...

Adeus Santiago!

Ferias em Buenos Aires e ...

Viagens pelos antípodas.....

Mais um historria de Crrr...

Rapa Nui. A minha viagem ...

arquivos

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

pesquisar
 
links
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


Visitantes
plants
plants Counter
Info
Mapa do Chile

blogs SAPO
subscrever feeds