A aventura de um lamecense perdido em terras andinas!
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007
Era uma vez o Pintão
Aqui no calcanhar do mundo o tempo vai correndo. Falta quase um mês para acabar o trabalho, e começam a borbulhar muitas ideias nesta cabeça de llama.
Fazer isto, fazer aquilo. Trabalhar aqui, trabalhar ali.... muita confusão para algo que apesar de tudo ainda está um pouco distante (mais ou menos à distância de um mês + uma grande viagem). Ou seja quando não podes decidir nada o melhor é mesmo ver a banda passar.

De qualquer maneira posso ir dando largas à imaginação e essa realmente tem andado um pouco descontrolada, e como ando com insónias, cá vão uns disparates que me vieram à cabeça.

O pobre do Pintão via o mundo a girar, e lá ia girando com ele. Via gente a ficar para trás, via gente a desaparecer lá bem ao longe, sem saber a que velocidade andar. Nisto encontrou o Diabo, que lhe perguntou qual era a coisa que mais desejava na vida!

Queres ser famoso?
Queres ser rico?
Queres que todos andem à mesma velocidade que tu, ou queres ser o mais rápido de todos?

Que é que queres pá? Eu concedo-te um desejo em troca da tua alma...

O pobre do Pintão, não sabia o que pedir. Tinha tantas ideias e coisas que gostava de fazer que não sabia o que queria mais de tudo...

Lá na rua do Pintão, havia uma moça, bem parecida, por quem há muito o pobre anelava. Vi-a de longe, mas quando se aproximava dela ficava mudo, gelado e não saía palavra.

Eis que o pobre do Pintão, sem saber o que fazer, decide-se e diz ao Diabo.

Sr. Diabo, quero que a menina X, lá da minha rua, goste de mim. Mas eu sei que por mais bonito que me faça, eu nunca vou conseguir dizer palavra quando estiver à frente dela. Peço-lhe por isso que vá falar à rapariga em meu nome, e a convença a gostar de mim!

E o Diabo lá foi. Quando a menina X o encontrou, ficou perdida de amores... pelo Diabo, e o pobre do Pintão continuou sozinho tal como estava! Sem alma e sem moça....

Moral da história: Como se diz,  "O Diabo não é tão feio como o Pintão"

Ps: Obrigado Sr. E, pelo momento de fino humor, tão raro por estas paragens, que deu aso a esta reles adaptação.

E para rematar, na sábia citação de uma amiga minha "Extraterrestres?.... Há, mas são verdes!"

Posso não ser o melhor do mundo a comer pudim, mas ninguém me bate nas farturas e nos cuy's!


publicado por Llama Nando às 04:12
link do post | favorito
|

5 comentários:
De miguel a 27 de Setembro de 2007 às 09:31
LOLOLOL mas que rica maneira de começar o dia. E eu que pensava que o leão é que não era tão mau como o Pintão, mas não faz mal nenhum dar azo a mais versões.

abc


De LIDIA a 29 de Setembro de 2007 às 20:33
nandinho!!! esta tudo ok por ai? ve la se ves tudo por ai q qd formos ricos daqui a uns anos vais ser o nosso guia por essas terras!!!

beijo grd da amiga longe em km mas perto de ti, sempre :)


De Anónimo a 4 de Outubro de 2007 às 14:31
ouvi esta historia ontem, antigamente diz-se que em cracovia havia um trompetista que estava na torre mais alta da igreja aqui do centro(sta maria) e tocava ao amanhecer e ao anoitecer para as quatro direccoes do mundo. Tinha um trabalho mt importante pq ela ele quem avisava se houvesse algum perigo, tinha de estar sempre atento. Nessa altura a Polonia estava a ser invadida pelos tartaros e um dia, ao amanhecer, o trompetista viu ao longe uma mancha negra de um exercito e soube logo que iriam ser invadidos. Comecou logo a tocar com toda a sua forca. Tocou de tal maneira que todos os habitantes de cracovia se levantaram e prepararam-se para lutar. Entretanto ele continuou sempre e sempre a tocar como se com o som da trompeta pudesse inspirar as pessoas para a batalha. Ouvindo isto e vendo a reaccao das pessoas o inimigo deu conta que o seu plano de tomar a cidade de surpresa tinha caido por terra.Ficaram tao furiosos q atiraram imensas setas em direccao a torre. Uma chegou e atingiu-o na garganta. A musica parou subitamente e o eco do seu som acompanhou o musico p o ceu. A historia sobreviveu ate hoje e todos os dias um trompetista toca na torre(a uma da tarde). Mas nunca termina, acaba subitamente a meio, trazendo a memoria de tempos antigos..
Espero que tenhas gostado!!! :)
muitos beijinhos!!


De Llama Nando a 4 de Outubro de 2007 às 23:40
Gostei sim senhora. La vais ter de desenhar uma animação inspirada na história... :)

Bj


De miguel a 4 de Outubro de 2007 às 23:13
A história é espectacular... lemos a história, eu, a mãe e o pai (só faltava aqui uma fogueirinha no meio) e gostámos muito. Tás uma repórter!!

Vamos abrir o álbum "Estórias de Cracóvia".

Bjs de todos


Comentar post

Quién soy yo????
posts recentes

Esperando o Inesperado!

Que grande volta!!!!

2007...2008

Piro manias

Italia che cosa voglio fa...

Adeus Santiago!

Ferias em Buenos Aires e ...

Viagens pelos antípodas.....

Mais um historria de Crrr...

Rapa Nui. A minha viagem ...

arquivos

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

pesquisar
 
links
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


Visitantes
plants
plants Counter
Info
Mapa do Chile

blogs SAPO
subscrever feeds