A aventura de um lamecense perdido em terras andinas!
Quarta-feira, 12 de Setembro de 2007
Bloqueio Criativo!
Antes que comecem a pensar que desisti de escrever no blog, queria so dizer que ainda nao o actualizei simplesmente porque não sei mesmo como o fazer!

As aventuras nas terras do Birú foram muitas, e a vontade de as contar ainda maior, mas por alguma razão não consigo! Nem sequer escolher algumas das 2700 fotos (é verdade) que tenho da viagem.

Deve-se tratar de um bloqueio criativo agudo (visto eu ja não ser muito criativo de qualquer maneira), so resolúvel talvez com uma daquelas curas de sono de um dia (costumam resultar e ainda nao tive tempo para aplicar uma), ou uma qualquer nova musa inspiradora, ou quiçás um qualquer flash que me desperte.

Ainda por cima quando começo a escrever o que foi essa semana e meia começa mais a parecer um livro que um post. :)

De qualquer modo ficam algumas proezas da viagem:

- Subimos a 4600 metros de altura. Se alguem já foi mais alto que se chegue à frente!
- Logo a seguir estivemos no que para mim, foi o sitio mais silencioso de sempre - foi incrivel, era tão silencioso que nos ouviamos a uns bons metros de distancia!
- Comemos porquinhos da Ìndia e Alpaca (AKA carne de Llama) e o anticucho (basicamente espetadas de coração de vaca). Pitéus sem dúvida. E aquele pão e manteiga do hotel.... hummmmmm
- Entramos em altas discussões de preços, com direito a cenas e drama, para regatear uns centimos LOL (no final já estavamos verdadeiros profissionais do regateio!)
- Bebemos chicha, inka kola e inka sour e claro a boa cuzqueña.
- Subimos e descemos mais de 6000 degraus no dia em Machu Pichu.
- Salvamos 2 polacos no meio do nada (e depois fazem-nos aquilo no estádio da Luz)
- Fomos literalmente devorados por mosquitos (lembrar da proxima vez que formos a termas ao ar livre, na selva, de por repelente ANTES de ir para a água, e não confiar em repelentes marca - PORTUGAL, comprados no peru....)
- Tocamos instrumentos inkas e o pututo (ou melhor o meu irmão tocou, nós fizemos que...)
- Comemos massarocas de milho cozido com queijo de vaca (pelo menos o Miguel comeu), e umas empanadas do outro mundo (ainda estou tentado a encomendar)
- Bebemos cha de coca ate não poder mais (ainda estou a curar a ressaca acho) e mascámos alguma também
- Dormimos no meio da selva, debaixo de uma chuva diluviana (com a tenda quase a meter água), e caminhamos por rios e lama.
- Andámos em pântanos, descemos e subimos montes de pedras, estivemos ao lado de um glaciar, e pelo menos eu, lavei os pés na água gelada que vinha de um deles, brrrrrrrrrrr
- Visitámos as mais "originais casas de banho", de sempre e vimos todo o tipo de bicharada e de bichisse.
- Andamos de Tico, no comboio mais lento de todos os tempos, de caminheta e a pé é claro!
- Estivemos em salinas na montanha! Espera mas agua salgada não é no mar? lol
- Caminhámos cerca de 100 km por montes e vales, selva e pantanos, rios e lamaçal, por pontes e paus em alguns casos, em gaiolas, sobre uma linha de caminho de ferro durante 10 km, sempre com as "benditas" mochilas às costas, com 8 kg que pareciam plumas ao pé dos 25 kg de cada um dos carregadores.

Ficaram os nossos "apodos" (algo como alcunhas): Fernando "Osito Pardo", Miguel "El Cuy" e o Francisco "Pututu" e claro o nosso guia da caminhada Helio "Hombre Lobo", e muitas historias que levavam uns dias a contar e que ficam muito melhor acompanhadas de fotos.

De qualquer maneira fica um pouco do que foi esta aventura espetacular com dois dos meus melhores amigos, pelas terras do Birú!
Y a todos los peruanos que encontramos, siempre simpáticos e cordiales, que les vaya bonito!

PS: a resposta ao último post.... Como sempre ainda não é desta! Continua a caminhar e pode ser que um dia lá chegues...
Não tentes voltar ao que já foi, porque nem grandes civilizações o conseguiram... tenta criar algo de novo! Despertar o gigante adormecido? Não senhor! Criar novos gigantes - Óbvio!


publicado por Llama Nando às 17:09
link do post | favorito
|

2 comentários:
De miguel "pututu" a 13 de Setembro de 2007 às 11:14
Foram realmente muitas aventuras... e uma experiência inesquecível. É inevitável lembrar-me de alguma coisa sempre que estou em conversa com alguém agora, e nunca se consegue passar o fantásticas que foram algumas emoções...como a sensação de vitória ao chegar a Machu Pichu ao nascer do sol depois de todos aqueles dias de montanha e selva, e uma interminável subida de 3000 degraus...ou sair de uma tenda à noite, acampados no sopé do glaciar e ver a neve do pico da montanha a iluminar o céu estrelado, numa imagem única que acho me vai acompanhar até ser muito, muito velho...
e tantas mais coisas.... (só não me consigo lembrar do nome do milho que o Miguel devorou em Pisac)

Acho que realmente criámos novos gigantes, e muita coisa não volta a ser igual depois de uma aventura destas. Foram 2 gigantes os Amigos que tive o orgulho de ter ao meu lado neste épico :) e fizémos novos amigos cuzquenhos também.

Que vos vaya bonito a todos!! E até à próxima aventura!


De gachi a 13 de Setembro de 2007 às 12:03
cuzqueña... quem é a queña???
para quem está com um bloqueio criativo saíste-te bem!!!
eu quero é ver a foto de machu pichu a comprovar a cara!!!


Comentar post

Quién soy yo????
posts recentes

Esperando o Inesperado!

Que grande volta!!!!

2007...2008

Piro manias

Italia che cosa voglio fa...

Adeus Santiago!

Ferias em Buenos Aires e ...

Viagens pelos antípodas.....

Mais um historria de Crrr...

Rapa Nui. A minha viagem ...

arquivos

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

pesquisar
 
links
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


Visitantes
plants
plants Counter
Info
Mapa do Chile

blogs SAPO
subscrever feeds